DESAFIO 4 – EXECUTAR UMA AÇÃO QUE RESPONDA AOS CAMINHOS APONTADOS NOS DESAFIOS ANTERIORES

Comunidade: Retiro 2

Municipio: Nossa Senhora da Glória

Estado: SE

DESCRIÇÃO DA PRIMEIRA AÇÃO REALIZADA

Título da ação: "Alto Índice de Utilização de Agrotóxico Pelos Agricultores da Comunidade"

Após as reuniões da equipe do comitê mobilizador nas discussões sobre os problemas da comunidade, onde foi indicado o problema do uso do agrotóxico pelos agricultores, na construção da árvore dos objetivos, percebemos que os agricultores, grande parte não tinham conhecimento dos problemas que causa o agrotóxico, usavam pensando em resolver o problema das pragas e dos matos, mas não se preocupavam com o perigo que tinham em usar o veneno do agrotóxico em relação a sua saúde. Então foi definido pela equipe em fazer alguma coisa que trouxesse informação e conhecimento sobre os riscos do agrotóxico, onde foi definido a realização de uma palestra sobre o “Alto Índice de Utilização de Agrotóxico pelos Agricultores na Comunidade”. Com essa palestra poderemos levar informação sobre os riscos e danos causados pelo uso exagerado e incorreto do veneno nas lavouras.

Para realização do evento, foi feito contato com entidades parceiras da comunidade como o poder público de Nossa Senhora da Glória através da Secretaria do Meio Ambiente que disponibilizou informações e inclusive um técnico para orientar os agricultores. Para o evento a equipe fez contato com a entidade Prosperar que atua desenvolvendo projetos e assistência técnica à agricultores de Sergipe, o qual a comunidade está sendo beneficiada com técnico que realiza visita de assistência técnica a comunidade.

A entidade Prosperar como parceira, disponibilizou um técnico para realização da palestra sobre o risco e danos causados pela uso do agrotóxico. O evento foi realizado com a presença de muitos agricultores que participaram da palestra, tirando dúvidas, comentando e perguntando sobre o agrotóxico, e apresentando alternativas naturais e sustentáveis que minimizem ou acabe com o uso do agrotóxico na comunidade. No evento houve esclarecimento de muitos agricultores que não tinham o conhecimento sobre os riscos do uso do agrotóxico, usava para facilitar o trabalho, mas não sabia que prejudicava sua saúde, de vizinhos e prejudicava o meio ambiente. Alguns agricultores já comentaram de reduzir o uso e outros já procuram algum jeito de não usar mais, procurando outras formas naturais de combater as pragas que atacam as lavouras durante a safra. As discussões foram sobre o agrotóxico e até houve debate e esclarecimento sobre o uso de sementes transgênicas, que também vem sendo bastante usada pelos agricultores. Os agricultores receberam muitas informações sobre como utilizar estar buscando meios e formas técnicas que diminuam ou até deixem de usar o agrotóxico e buscar meios naturais de trabalhar na lavoura.

Os resultados foram os agricultores mais informados e orientados sobre os riscos do uso do agrotóxico, onde tiveram oportunidade de conhecer outras alternativas naturais e sustentáveis de combater as pragas e ervas daninhas nas lavouras, como também tiveram a oportunidade de apresentar os problemas que tinham na sua propriedade e em sua saúde, que não sabia que era causado pelos agrotóxicos que eles vinha usando. Também foi discutido sobre o transgênico, porque segundo o técnico, seria uma forma de combater as pragas, utilizando as sementes transgênicas para o plantio, mas que elas também, utilizadas no plantio, usando sementes transgênica, também causam problema de saúde futuramente. Com a realização da palestra, deu para ver que muitos agricultores que usavam agrotóxico, vão diminuir o uso, já pensando em parar de usar, onde já tinha alguns que falaram, que não vão mais usar agrotóxico, que vão buscar outras formas de combater as pragas, porque não quer prejudicar sua saúde e de sua família e contaminar o meio ambiente.

Outro resultado importante com a nossa ação foi que fomos os pioneiros em realizar uma ação contra o uso do agrotóxico, porque o poder público realizou uma palestra recentemente sobre a preocupação do uso do agrotóxico pelos agricultores. Mas nós da comunidade do Retiro II através da Jornada das Comunidade já vinha realizando reunião e discussão sobre o uso do agrotóxico e já estava preparando a palestra sobre o agrotóxico, e no evento feito pelo poder público, a comunidade Retiro II foi elogiada por já ter tomado iniciativa em buscar meios de combater o uso do agrotóxico.

setembro 17th, 2019|