2019

2019

JORNADA DAS COMUNIDADES Jornada das Comunidades é uma ferramenta de mobilização social que visa envolver os membros da Rede Comunidades Semiárido na construção de diagnósticos e proposição de caminhos e ações concretas para o desenvolvimento socioeconômico e humano local. Espera-se que ao final da jornada as comunidades participantes tenham realizado pelo menos duas ações coletivas

0.0
00

2017

2017

PROJETO AUTONOMIA COMUNITÁRIA E DESENVOLVIMENTO O projeto teve como objetivo contribuir para o fortalecimento do processo de desenvolvimento socioeconômico das comunidades da rede, por meio da formação e capacitação em elaboração de projetos e execução de ações coletivas. Foram elaborados pelos participantes 37 projetos, envolvendo ações de conservação ambiental, geração de trabalho e renda e

0.0
00

2015

2015

REDE DE CORRESPONDENTES DO SEMIÁRIDO O projeto criou uma rede de correspondentes comunicadores, ampliando as possibilidades de comunicação e interação entre jovens de comunidades rurais do Semiárido, divulgando e valorizando a cultura, os saberes locais e as boas práticas de desenvolvimento no meio rural. Tablets e roteadores wi-fi foram disponibilizados como forma de melhorar o

0.0
00

2014

2014

APOIO AOS AGRICULTORES DO PROGRAMA COMUNIDADES SEMIÁRIDO Apoiou pequenos agricultores familiares por meio de duas experiências piloto de mecanização leve para a agricultura familiar, com foco na cultura do algodão. Além disso, procurou fortalecer a interação e troca de experiências entre os participantes da rede. JORNADA DE AMPLIAÇÃO DA REDE Foi criada uma espécie de gincana

5.0
01

2013

2013

PROJETO TECNOLOGIA SOCIAL E JUVENTUDE, EMPODERANDO LÍDERES Capacitou e fortaleceu a rede de lideranças jovens do Semiárido para processos de reaplicação de tecnologias sociais. O projeto buscou disseminar a temática das tecnologias sociais entre as lideranças jovens, realizou capacitações sobre esse tema e sobre a produção de “vídeos de bolso” como apoio à divulgação das

5.0
01

2012

2012

PROJETO ADEQUAÇÃO DE FERRAMENTAS E CONSOLIDAÇÃO DE METODOLOGIA PARA REAPLICAÇÃO DO PROGRAMA COMUNIDADES SEMIÁRIDO O projeto aprimorou ferramentas web de educação à distância, fomentou e fortaleceu a interação entre as comunidades da rede por meio das redes sociais e desenvolveu e disponibilizou processos para a autoinstrução por EAD em temáticas relacionadas à mobilização e desenvolvimento

3.0
01

2011

2011

PROJETO CONSOLIDAÇÃO DO PROGRAMA COMUNIDADES SEMIÁRIDO Consolidou a metodologia e o processo de desenvolvimento nas comunidades parceiras. O projeto apoiou diretamente 25 comunidades por meio de assistência técnica de agentes de desenvolvimento comunitário e pequenos projetos pilotos apresentados pelas comunidades. Foram criados ainda processos de capacitação por meio de educação à distância e presencial, em

3.0
01

2007

2007

PROJETO COMUNIDADES DO MILÊNIO O projeto teve como objetivo desenvolver tecnologia social para o fortalecimento das capacidades de comunidades de baixa renda, visando o seu desenvolvimento socioeconômico, envolvendo redes de organizações, de universidade e de parceiros, tendo como eixo os 8 Objetivos do Milênio. O projeto implementou telecentros comunitários e promoveu a instalação de miniprojetos

3.0
01

2004

2004

PROJETO PÓLOS DE PRODUÇÃO DE ALGODÃO NO NORDESTE O projeto visou o incremento e a recuperação da produção de algodão no Semiárido Nordestino, por meio da implementação de novas tecnologias de cultivo, adoção de novas variedades de algodão, pré-processamento da pluma no local de produção, organização e capacitação dos agricultores familiares em novos sistemas de produção. PROJETO

5.0
01

2003

2003

PROJETO UNIVERSIDADES CIDADÃS Aproximou universidades e comunidades, promovendo a troca de saberes acadêmicos e populares, resultando em dezenas de ações para o desenvolvimento socioeconômico. Estiveram envolvidas as instituições: Universidade Federal Rural de Pernambuco, Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Universidade Federal de Campina Grande, Universidade Federal do Piauí, Universidade Federal de Sergipe e Universidade Regional do Cariri. As

4.0
01

2002

2002

PROJETO ALGODÃO, TECNOLOGIA E CIDADANIA Ampliou o projeto piloto do assentamento Margarida Maria Alves para outras cinco comunidades em cinco estados: PE, PB, RN, CE e AL, iniciando a formação de polos regionais de produção de algodão no âmbito da agricultura familiar. 5.0 01

5.0
01

2000

2000

PROJETO A CULTURA DO ALGODÃO EM SISTEMA INTEGRADO À INDÚSTRIA Foi o projeto que instalou as primeiras ações e mobilizou o assentamento Margarida Maria Alves, em Juarez Távora/PB, a primeira comunidade do que se tornaria a Rede de Comunidades. Os agricultores estavam envolvidos em problemas com as antigas técnicas de cultivo de algodão. Sofriam com a

2.0
01