Marrecos /PE

Home/Marrecos /PE

Marrecos/ PE

“Segundo contam os mais velhos, após a assinatura da Lei Áurea pela Princesa Isabel, nossa comunidade estava muito próxima da Usina Petribu. Na época existiam muito escravos, que, após a libertação, se agregaram nas terras da comunidade, onde havia uma lagoa. Nessa lagoa tinham muitos marreco e os outros provoados sempre se referiam à nossa comunidade como a comunidade da lagoa dos marrecos. Porém hoje não existe mais a lagoa, nem tão pouco os marrecos. Essa é a historia da nossa comunidade, que até hoje chama-se Comunidade dos Marrecos.”

por Josiane Gomes

Perfil da comunidade

Marrecos é uma comunidade que fica localizada  a  5km de distância do município de Lagoa de Itaenga, no Estado de Pernambuco. A comunidade é composta na maioria por mulheres, são 95 moradores divididos em 35 famílias.

É considerada uma comunidade rural, logo suas principais atividades econômicas são: a agricultura subsistência, a agricultura comercial e a criação de animais. O índice de pessoas que trabalham fora da comunidade é baixo, geralmente no comércio, na construção civil e no corte de cana.

Os principais alimentos produzidos na comunidade são: banana, batata doce, inhame, macaxeira, hortaliça, milho e feijão

A comunidade possui escola com ensino da 1ª à 4ª série e programa de alfabetização de jovens e adultos. Além de projetos de incentivo à leitura. Há Também um Telecentro com acesso á internet.

Na área da saúde, há o acompanhamento freqüente dos agentes de saúde, que costumam realizar campanhas de combate à dengue.

A água é fornecida pela rede pública duas vezes por semana. E para auxiliar o consumo, recorrem ao poço Amazonas, poços artesianos e carro-pipa. Poucas casas possuem cisternas. Em relação ao esgotamento das casas, a maior parte utiliza fossa negra.

Os programas sociais que atendem à comunidade são: o Bolsa Família, o PRONAF eo Programa nacional de Alimentação Escolar.

OBSERVAÇÃO: informações extraídas do diagnóstico comunitário participativo, aplicado na comunidade em julho de 2015.

Fotos: Josiane Gomes e Ozeias José

CLASSIFIQUE ESSE CONTEÚDO

Share This:

Leave A Comment