PERFIL DA COMUNIDADE

Quilombola Serra das Viúvas

Município: Água Branca

Estado: AL

A comunidade quilombola Serra das Viúvas está localizada no sertão de Alagoas a aproximadamente 3 km do município de Água Branca. A comunidade é composta por 86 famílias e tem aproximadamente 70 residências que correspondem a cerca de 250 habitantes. A economia é basicamente em torno da agricultura, produção de farinha de mandioca e o artesanato, no entanto, há algumas exceções. No povoado, não há posto de saúde, água encanada e saneamento básico. Quando adoecem, os quilombolas recorrem ao hospital ou posto de saúde da cidade de Água Branca. A água é trazida por carros pipas e complementada com fontes dentro do povoado ou de povoados vizinhos. Todas as casas têm o sistema de fossa interna e também possuem luz elétrica. E dispõe de uma escola inaugurada em 2002. A história da comunidade é contada através de relatos orais dos moradores da própria comunidade, por não haver nenhuma espécie de registro ou documento que contenham dados sobre o início da povoação. Maria José de Souza, moradora da comunidade e vinda de outro povoado por conta do seu casamento com um morador do quilombo, conta que, ao chegar à comunidade, ficou bastante intrigada com o nome que o local recebera, então, perguntou a sua sogra o motivo pelo qual a comunidade era denominada Serra das Viúvas, já que, poucas eram as viúvas naquela época. Sua sogra contou-lhe que, no início do povoamento, o quilombo era conhecido como Paudalho e abrigava três famílias tradicionais. Essas famílias eram compostas por pai, mãe e filhos. Com o passar dos anos, os pais foram falecendo e a Serra passou a ser residida e representada por três mulheres viúvas, passando-se a ser denominada de Serra das Viúvas. Na história da comunidade, não se tem relatos sobre a origem dessas famílias, aspectos, fisionomia ou descendência. A comunidade recebe frequentemente visitas de turistas e estudantes de todos os estados brasileiros e também de outros países. A Associação das Mulheres Artesãs Quilombolas Serra das Viúvas, é o destaque nacional e internacional do quilombo. Atualmente estão registradas trinta artesãs, porém nem todas exercem suas atividades semanais dentro da associação que teve seu registro em 2010. São produzidas peças de palha de ouricurizeiro, palha de bananeira e também palha de milho, cipó de praticamente todas as espécies, algumas artesãs também produzem a renda singeleza, pintura em panos, fuxico, tapetes com sacolas plásticas etc. São produtos diversos desde a tradicional vassoura até artigos de casa e cozinha, e também diversos acessórios. A comunidade está acostumada com aparição em documentários, jornais televisionados, catálogos e banners etc. Em 2016, entre todos os artesanatos do estado de Alagoas, Serra das Viúvas foi selecionada para representar o dia do artesão, cedendo uma entrevista para a TV Gazeta de Alagoas, contando sobre a tradição e mostrando o processo de confecção do artesanato. A produção de farinha de mandioca é um dos pontos forte da comunidade, todas as famílias plantam mandioca e fazem sua própria farinha. Algumas famílias sobrevivem da comercialização da farinha e da tapioca. A produção de farinha é um processo cultural da comunidade.